Workshop de clown

workshop-de-clown

com PEPA DIAZ-MECO

CLOWN é esse ser ESTÚPIDO, INGÉNUO, VULNERÁVEL, INSEGURO que existe em maior ou menor medida em todos nós mas que ocultamos para não parecermos ridículos.
O Clown transgride a norma, não encontra nenhum inconveniente em admitir o que é… e mostrar-se por inteiro, não se camufla, não se oculta, vive a emoção em grau puro, sem contaminações : “o que é… é”, não existe a crítica às suas actuações, porque para ele só existe o que ocorre no momento: ” o presente e a sua presença como verdades únicas”.
O clown pressupõe a abertura total da pessoa ao mundo, está unido a tudo o que é essencial, ancestral, intuitivo, impulsivo que há no ser humano. É uma filosofia, um modo de vida, uma busca contínua da nossa autenticidade.
No vazio está o universo inteiro. O vazio é o mais cheio que existe porque está cheio de tudo e de nada, aí podes desenhar e criar o que quiseres. O clown enfrenta-se com o vazio cada vez que sai à cena, precisamente, porque parte do nada. Ele sozinho com a sua presença, representando a solidão do ser humano frente ao mundo, um ser humano cheio da sua grandeza, sem nenhuma máscara que o camufle, só com um nariz vermelho e uma roupa que nos ajuda a situá-lo dentro do mundo dos humanos e que se atreve a dizer “Senhoras e senhores este sou eu”.

Objectivos e conteúdos do workshop:

– O reencontro com o prazer de jogar
– A desinibição
– A auto-escuta e a escuta activa
– O presente e a presença
– A abertura ao mundo através de “o vazio”
– A cumplicidade com o público
– Aproximação ao clown pessoal

PEPA DIAZ-MECO
Com uma grande trajectória profissional no mundo do Clown, trabalhou ao longo de mais de vinte anos com companhias como: “Ulen Spigel”, “La Canapia” e a sua actual companhia “Pepadasola”. É Professora e Encenadora especializada em Teatro Gestual. Trabalha em Londres com Philippe Gaulier, Cia Complicité, Jos Huben, Jhon Wrait e grandes mestres do teatro gestual como Pierre Viland, Monika Pagneaux e em Itália com Mamadù Dioumè (actor da Cia Peter Broock). Nos últimos tempos leva o seu trabalho por vários países, entre eles, Espanha, Egipto e Portugal.

Be Sociable, Share!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website